Direto ao ponto: não me peça o que só você pode saber.

Veio direto

não teve cumprimento,

conversa cerca lourenço,

firulas, disfarces

pedindo o que queria saber.

Imagem relacionada

De chofre, de pronto

foi logo pedindo uma

resposta, um conselho,

uma saída para uma

situação complicada.

Resultado de imagem para conselho

Desandou a falar

sem pedir licença,

sem saber se podia,

sem se importar mesmo:

desfilou a estória

Quanto mais falava

mais se inflamava

tom de voz subindo

e todos em volta

olhando, boca aberta.

Resultado de imagem para boca aberta

Quem escutava

também de boca

aberta, nada entendia:

qual a razão de ter sido

a escolha… não sabia.

A estória era comprida

tinha idas e voltas, tinha

franjas e adjetivos muitos.

Tinha emoção fervente

que esquentava ao redor.

Imagem relacionada

Quem ouvia se perguntava

nos pequenos intervalos para

o fôlego, que raios acontecia

e o que deveria fazer:

levantar e ir embora, pode?

A estória não tinha fim,

parecia que a fala durava horas.

Quem ouvia já tinha perdido

quase todo o sentido,

ficara mesmo ensimesmado.

Imagem relacionada

 

Nada dura para sempre

é o consolo e a angústia

de todos. Também,a estória

acabou. Momento de renovar

a pergunta: o que fazer?

Um remédio, uma mágica

um passe, um unguento,

uma massagem, um sopro?

quem sabe o que dizer

numa estória destas?

poção mágica

Silêncio finalmente;

uns momentos de pausa

mas que não abasteceram

condições para a resposta

e sanar a aflição.

E num rompante

quase um vazamento

se ouviu “NÃO SEI!

seguido de: NEM PARA

MIM! SÓ VOCÊ PODE SABER!

eu não sei

Levantou; saiu da cena,

rodeado do ar quente que

em volta de todos cresceu.

Caras perplexas, bocas

mais abertas a.i.n.d.a

Estava certo? ou errado?

plateia dividida. Pouca

empatia? Faltou coração?

Ou de fato não dava mais

para suportar aquela situação?

Quem não quer um conselho?

alguém que resolva todas as encrencas

que moram no peito, perto do pulmão?
quem não quer uma capa para ficar

invisível e simplesmente fugir?

 

NÃO SEI e Só VOCÊ pode SABER

ficou zoando por sobre as cabeças

entrando vagarosamente em cada

um como uma pontada, um corte,

um jeito de retomar o que se perdeu.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.