Gaspar,Melchior e Baltazar e a epifania que não teve Artaban

Vindo de terras distantes
é o que sempre se ouviu
falar, magos viajaram
guiados por uma estrela
e inspirados pelo céu

Uma visão, uma profecia
uma ideia, um transe
dando conta de que
iriam conhecer o divino
que se fez homem

C/Herodes conversaram
e uma vez mais a intuição ou
o sopro dos anjos fez com
que seguissem seu rumo
sem dar notícias, na volta

Trouxeram, cada um deles,
presentes repletos de
significados simbólicos
ouro, incenso e mirra
ofertados ao recém-nascido

Se eram 3 ou se 3 foram os
presentes, se eram persas
ou africanos, sacerdotes,
conselheiros ou magos
não se sabe até aqui.

O ouro: a realeza e
proteção, o incenso:
a fé e a mirra: o
o martírio que viria
tudo dado por lá.

Para eles a epifania!

Que Artaban não teve!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.