“Não seja tão humilde, você não é tão grande”

 

O tipo que de tudo
se desculpa e
baixa os olhos;
Conhece?
Topou por aí?

Fala quase
inaudível,
atribuindo
aos demais
o sucesso.

Elogios?
Recebe
com esquivas
e encaminha
pra o lado…

Sempre com
carinha de
“não mereço”,
cedendo a vez,
por definição.

Destes há que
se tomar 2 goles
de cautela e
outros tantos
de prevenção.

Se por um instante
pusessem sobre
a mesa o real
propósito deste
comportamento…

 

A frase no título é atribuída
à Golda Meir  numa
conversa com um dos
seus ministros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.