Não sabe o que dizer? escuta

Abrindo o ouvido e fechando a boca

Lá na época da sua avó, ou do seu tio, àquele velhinho, era bem comum que fosse ensinado que temos 2 ouvidos e 1 boca para ouvir mais e falar menos. Faz algum sentido para você ou nunca lhe mostraram este conceito? “Whatever” ….dá para acompanhar sem jogar no google.

Combinados fazem parte do pré-jogo

Nos ambientes corporativos e até mesmo para os profissionais que operam em vôo solo, os freela, os MEis, os profissionais liberais, enfim, todos nós podemos refletir alguns pontos importantes antes de sair falando por aí no ambiente virtual.

pelamordedeos….. lá vem regramento…

Se trocar regramento por combinado, fica melhor? Pois que assim seja!

O que se está pretendendo, por aqui, é diminuir um pouco o tanto de piloto-automático que comanda as nossas ações a cada momento.

É fazer uma breve reflexão para que nossa atuação nas redes sociais nos reverta em resultados aderentes à nossa atuação no ambiente real.

Que a forma com que nos comportamos possa  estreitar os laços entre estes dois mundos, esses dois contextos sem que venhamos a nos valer de apagadores potentes ou até mesmo legais para que nos salvemos da posteridade que pode vir a ser bem cruel.

Vamos?

Se estamos iniciando numa empresa conhecer os combinados é de grande utilidade se é que não o fizemos durante o processo seletivo. D.e.v.e.r.í.a.m.o.s

Os códigos de ética, os papers ou livretinhos (ebooks) que norteiam o que pode e o que não pode dizer naquela coletividade e serão de leitura primordial.

#Ficaadica : não se afaste disto.

Pode trazer refeição? Onde fazer? Onde armazenar? Tem dia da semana em que pode trazer o cachorro? E fazer tricot durante o almoço, pode?

Algumas empresas menores também têm ligado o alerta de que é interessante construir uma lista de combinados, entre todos, para o melhor convívio.

Temos ainda o que pode se publicar, o que vamos dizer nas redes sociais. 

Aqui vamos pisar no freio para examinar um pouco mais detidamente.

Conta tudo ou guarda o segredo a 7 chaves?

Aquele lançamento, o novo produto, um sistema de gerenciamento adquirido recentemente que vai começar a ser implantado…

Os participantes do time da empresa podem publicar em suas redes? E selfies da gerente com toda a galera na comemoração pela meta superada?

Pode ou não pode, sabe dizer?

dizer

Caso não saiba, vale perguntar… ou até mesmo sugerir um encontro para debater algum norteamento destas publicações, que tal?

Para alguns ambientes é importante divulgar a cada momento o avanço, o estágio, a etapa do desenvolvimento.

Para outros, a estratégia é só aparecer com tudo pronto e arrumado.

Quem define o que pode e o que não pode?

Boa questão, hein?

Se você não sabe também vale se inteirar o mais breve possível

Se você é Euquipe, antes de sair postando lives, selfies e tweets a todo momento, esboce em algum canto o quê e como você vai vai se posicionar.

De tempos em tempos releia o que você escreveu para conferir se está tudo de acordo.

Se não há sintonia, há ruído

As postagens são de grande utilidade para diversos fins e num outro instante podemos até refletir sobre. 

Neste texto focamos no início do caminho ou seja na criação e adequação do conteúdo que se vai publicar.

Dormiu não né? ufa

Tom, meio, forma, tudo contribui ou prejudica

  • Um ambiente mais formal de negócios pede um tom menos “largado” mesmo nas redes. Pode ter uma pitada de humor, mas sem escracho, né?
  • Alguns negócios podem ser explorados mais intensamente em determinada rede o que não exime da replicação nas demais.
  • Conteúdos mais densos ou mais ligeiros podem ser alternados, conforme o dia da semana, o evento, ou a rede em que será publicado.

Tenho que saber de tudo?

A resposta é sim e a resposta é não.

#boa

Das linhas gerais das publicações, todos na empresa devem conhecer.

Dos detalhes mais técnicos ,talvez, nem todos, se a empresa tiver alguém com este encargo.

figura de quadro verde com palavras de marketing digitial em letras 

Pode ser que você que é “by-yourself” precise aprender mais ou se associar/ contratar alguém com esta expertise.

O que pode não agregar nada ao negócio é àquela live ou podcast publicados com muitos ruídos, risadas, treme-treme da imagem e, de repente, alguém aparecer gritando e xingando.

Ou um texto compriiiiiiiiiido, sem legibilidade,  que não se consegue completar o segundo parágrafo de leitura, sem que o pensamento voe para o furo do cinto, que “andou” para longe da fivela, hoje de manhã…

Combinado antes fica fácil depois

Combinados os termos e demais aspectos das postagens tudo fica mais fácil e mais autêntico.

Dá para exibir muito conteúdo e tudo alinhado com o negócio.

Assim, os resultados pretendidos vão aparecer.

Discorda?

Conta aí então!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.