O sonho do homem ridículo

  • Perguntaram pro Nelson Rodrigues:

“que autor ele recomendaria… Dostoiévski, responde.

  • Insiste o perguntador :

“certo… e que outra indicação? : Dostoiévski , torna a responder

  • Se dar por vencido? Nem pensar! E vai outra vez, mais pergunta:

” entendo… mas… pode dar outra indicação para complementar as anteriores?  Dostoiévski, torna a responder, impassível, Nelson Rodrigues.

Dostoiévski é daqueles autores que nos afetam no sentido amplo do termo.

Leitor do Sade, como poucos, é destemido em escarafunchar os mais tenebrosos aspectos dos seres humanos.

E nessa mineração faz o Sade parecer até um tanto infantil !?!

minha conta e risco nesta opinião…

Nas grandes grandes obras que concebeu descortina temas sempre presentes às questões que atravessam os tempos da história.

Neste conto, já se pode ter um” couvert-artístico” do tanto que nos propõe “saborear” :

É uma narrativa fantástica (como genero) onde um homem ridículo,

um protagonista que sequer tem um nome, vai experienciar,

em sonho, uma possível alternativa para o seu caminhar…

Se tava sem ter o que ler , pega esse aí….

É curtinho em número de páginas… mas

Enorme na quantidade de caraminholas que irão se enroscar em todo a extensão do seu cabelo.

E mesmo você sendo careca, desculpa, não vai sair ileso não!figura com um homem ajoelhado cercado ao redor por labaredas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.