Promessa de ano novo : pedir ajuda

·        Caminhada difícil

 

O caminho tem sido um tanto mais complicado do que você previra.

Talvez a grana tenha sistematicamente terminado antes do que você planejou;

Talvez a tomada de decisão seja mais difícil do que você pensou;

Talvez comprar não seja tão fácil para você que acaba enrolado pelos vendedores;

Talvez vender seja até mesmo aversivo e você se complica com os clientes.

Enfim pode ser uma serie de dificuldades que você enfrenta, que não pensou que iria enfrentar e que, francamente, se enrola todo para resolver.

foto de alpinista de escalada indoor

·        O que fazer?

O primeiro passo é reconhecer que, afinal, a última bolacha do pacote não é melhor definição da sua pessoa.

Passada a dor da descoberta e da queda da autoestima, vamos agir?

foto de um rapaz de braços cruzando frente ao tronco encostado num painel com o desenho de braços musculosos

·        Onde estão os pontos fracos?

Começando por uma analise detalhada das atividades e objetivos do seu trabalho buscando os pontos de baixa performance, dá para listar grupos mais importantes para, sem hesitação, pedir ajuda!

 

·        Quem pode ajudar?

Com a lista em mãos, lembre da sua rede de contatos. Da sua rede familiar. Da sua rede de amigos. Entre todo este coletivo de pessoas, certamente, você vai encontrar aqueles que possuem a expertise e a experiência que você mapeou como em falta.

foto de uma mão feminina segurando um lápis sobre um caderno pautado

·        Cuidados adicionais

Antes de sair pedindo ajuda, um alerta. Observe se a ou as pessoas que você selecionou para contato podem mesmo preencher a lacuna que lhe falta. Faça uma avaliação da disponibilidade, da sintonia com o seu negócio, da real competência e tempo de estrada no assunto. Sem esta “parada estratégica” alguns relacionamentos podem sofrer ruídos, gerando decepção e prejuízos

que é tudo o que não se deseja!

·        Lista montada, momento de agir

Pense na melhor abordagem a fazer para conquistar sua ajuda.

  1. Como você pode descrever a ajuda que necessita,
  2. Qual o melhor momento do dia,
  3. Qual o melhor dia,
  4. Qual o melhor ambiente e
  5. Qual o melhor meio para abordagem.

Afinal o interesse é TODINHO seu e vale investir tempo neste planejamento para incrementar suas chances de sucesso.

·        Mecanismo de troca

Para pedir a ajuda, no roteiro que traçamos aqui, você já refletiu bastante sobre as características de cada um potencial integrante da sua rede.

O que falta para fechar a abordagem é estabelecer o que você pode oferecer em troca para obter a ajuda de que necessita.

Para além de remuneração financeira, você pode oferecer um serviço seu, uma disponibilidade de tempo para realizar outra tarefa em contrapartida, principalmente daquelas “mega chatas”…

Por exemplo: alguém ajuda você com planejamento financeiro e você agenda todas as consultas médicas e faz todas as reclamações dos operadores de TV a cabo e telefonia… Negócio da China!

Ou alguém ajuda você com processos de aquisição e recebe em troca um rocambole de carne moída delicioso que só você sabe preparar.

A ideia é apresentar sua demanda no âmbito de um “ganha-ganha”.

Você vai encontrar outras oportunidades, basta pensar sobre isso.

·        Modéstia e orgulho são companheiros problemáticos de viagem

Tenha em mente que não se sabe de tudo e que mesmo que se pudesse saber, sempre tem um intervalo de tempo necessário para o conhecimento ser absorvido.

Por isto, pedir ajuda para os que já possuem este conhecimento certamente irá favorecer seus resultados.

 

·         E você ? Está precisando de ajuda ou pode ajudar?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.