Fora da caixa

E se há mal que muito dura

há bem que logo passa;

entre remédio e veneno

o gosto pode resvalar

mas vende bem

 

O que vende bem

se afirma na cadeia

dos juízes não togados

que sentenciam no twitter

as penas de muitos “times”

 

É para fazer assim e não

assado e ai de ti, pobrezito.

Que insurreição terá lugar

no santo terreno do consenso?

Poderás evitar a dor de passar do Bojador

 

Evoluir; não melhorar:

esforço para o segundo

e inércia para o primeiro, esta

é a Lei. Basta seguires as luzes

de kpis e ao reino adentrar

 

Nem espada, nem flor.

Nem contrarrazões. Concordes

sempre com o que é superior

nos ditames de todos.

 

Saltes os limites da caixa,

pois é lá fora que deve

estar os teus pensamentos

ainda que nela exista

encantos. Pules!Já!