Fornecedor, precisamos saber mais dele.

Fornecedor? Pego ali na net mesmo.. no buscador, ora!

  1. Em cada passo, a cada serviço ou venda, a cada troca que se realiza a figura do fornecedor está presente.
  2. Mesmo para as pequenas empresas, para os microempresários ou profissionais liberais, freelas etc.. é fundamental conhecer seus fornecedores para a melhoria de toda a entrega dos serviços/produtos.
  3. Adotar um fornecimento sem qualquer outro critério é, em larga medida, uma atitude de risco para todo o negócio.
  4. E risco existe para ser mitigado, aceito ou rejeitado e, após decisão, precificado, certo?

Depois não diga que não te avisei

Vamos, então, pensar um pouco como poderemos adotar um processo de escolha de fornecedores.

A este processo de escolha vamos chamar de qualificação.

Gostou do termo? Pois é, pode usar à vontade.

à vontadeA qualificação de fornecedores é um processo importante do processo maior que é a aquisição.

Qualificar fornecedor? 

Algumas razões para esta atividade

  • Prevenir interrupções no fornecimento
  • Cumprir prazos
  • Prevenir punições contratuais (suas)
  • Manter um relacionamento saudável com seu próprio mercado
  • Prevenir variações de preço por recompras ou retrabalhos do processo de aquisição.

Você se convenceu? Momento então de saber como faz

Processos muito complexos não funcionam.

O importante é desenhar etapas que façam sentido para o seu negócio e para o tempo e os recursos que pretende investir por aqui.

Veja o roteirinho abaixo, básico mas nem por isto descartável.

  • Pesquisa : quem são os top 5 do ramo?

Nesta analise vale observar indicações, avaliações de outros clientes, quantidade de reclamações, agilidade, localização geográfica (pode fazer a diferença, dependendo do seu negócio)

Registre numa planilha ou num outro “ente” semelhante os dados destes primeiros selecionados

  • Estabeleça contato

Por e-mail, zap, messanger, skype ou até mesmo presencialmente estabeleça contato com os fornecedores para os primeiros alinhamentos. Comente do seu negócio, da sua necessidade, prazos de fornecimento e pagamento, forma de coletar preços e propostas, e também ouça o que eles têm a agregar.

Destes entendimentos você pode registrar lá naquele local escolhido anteriormente um ranqueamento entre os 5 . Qual dos fornecedores está mais aderente à sua necessidade? Houve empate? É para excluir alguém da lista?Imagem relacionada

 

  • Agradeça o contato

Agradeça a todos os que mantiveram contato, informando uma previsão de retorno para o início do relacionamento comercial.

Solicite, caso ainda não tenha feito, referências de clientes assemelhados ao porte do seu negócio e, também com eles, faça contato, verificando as informações. Revise seu ranqueamento anterior. Ele representa tudo o que você sabe sobre seus parceiros?

Mantenha a lista atualizada, fazendo novos ciclos no processo a cada intervalo de tempo, por exemplo 90 dias

Lembre de manter contato com os integrantes da sua lista a cada intervalo de tempo para verificar se as condições anteriores ainda estão conforme.

Lembre também de refazer o ciclo de qualificação para integrar novas possibilidades e manter arejada sua base de informações

Importante também explicar para todos que tipo de negócio é o seu, qual é o seu diferencial em relação aos demais e, ainda, possíveis dificuldades que identifique.

Prospectando com frequência, seu “cadastro” vai  se enriquecendo e mesmo o seu negócio irá se beneficiar deste processo.

 

Tem outra sugestão?

Discorda de algum ponto deste texto?

Comente aí embaixo que a troca é valiosa para todos.

 

valeu

 

 

 

Folgado, você ainda vai encontrar o seu

Folgado;

ocupando um

espaço maior

do que o seu,

invade o do outro.

Se justo fosse

estaria em mau

pedaço, mas

justiça não combina

com o termo.

Invasão consumada

estreito ficou o

outro, que por

folgado não ser,

lhe restou só a beirada.

E em tantos outros

foi consumando o

aperto para folgar

ainda mais sem

contar como fazia.

Lábia fina e jeito

manso, estratégia

de manteiga, escorrega

pelas bordas, derramando

seus desmandos.

De aperto em aperto

de espaço em espaço

vai tomando fama e

gozo, se alargando

na vitimização de outros.

Folga em sabê-lo.

De verdade, se alegra

e quem de fato não há

de se alegrar com

vantagens e conforto?

Aborrecidos, calados

os que tomaram o aperto

repetem muxoxos em

roucas vozes sem tom

e sem tônus.

Dá risada com total

domínio da circunferência

ampla ao seu redor e

não se cansa das folgas

que tira a cada tanto.

Conheces o tipo faceiro

que anda garboso aí ao lado?

tome tento, fique alerta:

pode ser você a próxima

vítima deste danado.

Redobre a cautela

para depois não se arrepender

do espaço que foi deixando sem

saber. Mais uma oportunidade para

o folgado cravar outra conquista.