Fechando um, abrindo outro.

  • Este 2017, de fato, não teve comportamento amador!

De nenhuma maneira, que fique registrado

 

Continuou a ser desvendada a face mais antiga

do Estado que insiste em ser servido.

Como na época da revolução francesa, lá em 1789

figura de um quadro famoso aludindo a revolucao francesa

….quase se  ouviu dizer para o povo que comam brioche

se não é possível comprar o pão!

 

  • Houve também o retorno de doenças como a

febre amarela que já não se ouvia falar por aqui

desde 1958 , quando declarada sob controle,

há quase 60 anos.

 

quadro em fundo amarelo com os sintomas da febre amarela

 

  • O Rio de Janeiro, estado que foi capital do Brasil

de 1763 até 1961, se tornou exemplo de tudo o

que de pior pode acontecer com o restante da

federação.

  • A administração pública não dá conta do pagamento

de salários e aposentadorias dos servidores, nem dos

serviços elementares como saúde, educação, transportes

e segurança pública.

  • O estado virou uma especie de “bicho-papão” para amedrontar os demais.

” Se não fizer mudanças vai ficar igual o Rio de Janeiro”,é frase repetida a exaustão.

foto da praia do arpoador

 

 

 

foto de sao goncalo exibindo comercio ambulante em desordem urbana

  • Teve ainda um julgamento que após 3 anos do ocorrido e da aparente abundância de provas resultou em nada.
  • Teve prisões de pessoas social e economicamente relevantes, cercadas de manifestações midiáticas devidamente registradas e repetidas reforçando a monetização dos diversos meios de comunicação.

 

  • Diversas delações, termo que fez parte da conversa de boteco, incorporado ao dia a dia, que foram responsável por diversas crises de ansiedade e mercados financeiros em curto circuito. O chefe do governo central balançou mas tal qual bambu retornou ao prumo e Tudo como dantes no quartel de Abrantes  e viva Napoleão!

 

  • Desnecessário é relembrar o nível indecente de desempregados, de “nem-nem”, de toda uma geração perdida .

Um profunda desconexão entre a produção de riqueza e a distribuição.

Tributos passeando na capital do país e os cidadãos vivendo nos mais de 5 mil municípios, muitos sobrevivendo de “mesada”. Tratar da precária situação do saneamento básico e do tratamento dos dejetos sólidos é de revirar o estômago.

 

  • De comércio exterior “ni hablemos” e da perda de importância deste país no cenário internacional, também não.

Como dito anteriormente, amadores não dão conta de toda esta situação.

  • Para acalmar as palpitações que a breve retrospectiva reserva, lanço mão de duas frases, de poder curativo, na minha visão de gente simples, classe média solapada e sem requintes.

 

  • Frases que ajudam ao rio que necessariamente deve  entrar no mar, pois outro caminho não há:

foto com um mar ao fundo e na frente inscricoes de pensamento de Osho

As frases são:

  1. Não tenhas medo“, repetida mais de 100 vezes no livro mais lido do mundo:  A Bíblia .  Triste da criança que não ouviu esta frase do seu adulto.

Mas …mesmo sendo adultos e mesmo sem crer, repetindo diversas vezes pode ser um alento… Experimentar é gratuito e sem contra indicação : repita em voz alta.

  1. Chegamos ao ponto em que coletivamente estamos fartos de tudo e individualmente fartos de estar fartos. Extraviamo-nos a tal ponto que devemos estar no bom caminho”  Fernando Pessoa 

Acrescentar o que quer que seja seria inútil!

Feliz 2018!

 

 

 

 

Promessa de ano novo : pedir ajuda

Foto de duas pessoas onde so aparecem as mãos que se estendem para ajuda

·        Caminhada difícil

 

O caminho tem sido um tanto mais complicado do que você previra.

Talvez a grana tenha sistematicamente terminado antes do que você planejou;

Talvez a tomada de decisão seja mais difícil do que você pensou;

Talvez comprar não seja tão fácil para você que acaba enrolado pelos vendedores;

Talvez vender seja até mesmo aversivo e você se complica com os clientes.

Enfim pode ser uma serie de dificuldades que você enfrenta, que não pensou que iria enfrentar e que, francamente, se enrola todo para resolver.

foto de alpinista de escalada indoor

·        O que fazer?

O primeiro passo é reconhecer que, afinal, a última bolacha do pacote não é melhor definição da sua pessoa.

Passada a dor da descoberta e da queda da autoestima, vamos agir?

foto de um rapaz de braços cruzando frente ao tronco encostado num painel com o desenho de braços musculosos

·        Onde estão os pontos fracos?

Começando por uma analise detalhada das atividades e objetivos do seu trabalho buscando os pontos de baixa performance, dá para listar grupos mais importantes para, sem hesitação, pedir ajuda!

 

·        Quem pode ajudar?

Com a lista em mãos, lembre da sua rede de contatos. Da sua rede familiar. Da sua rede de amigos. Entre todo este coletivo de pessoas, certamente, você vai encontrar aqueles que possuem a expertise e a experiência que você mapeou como em falta.

foto de uma mão feminina segurando um lápis sobre um caderno pautado

·        Cuidados adicionais

Antes de sair pedindo ajuda, um alerta. Observe se a ou as pessoas que você selecionou para contato podem mesmo preencher a lacuna que lhe falta. Faça uma avaliação da disponibilidade, da sintonia com o seu negócio, da real competência e tempo de estrada no assunto. Sem esta “parada estratégica” alguns relacionamentos podem sofrer ruídos, gerando decepção e prejuízos

que é tudo o que não se deseja!

·        Lista montada, momento de agir

Pense na melhor abordagem a fazer para conquistar sua ajuda.

  1. Como você pode descrever a ajuda que necessita,
  2. Qual o melhor momento do dia,
  3. Qual o melhor dia,
  4. Qual o melhor ambiente e
  5. Qual o melhor meio para abordagem.

Afinal o interesse é TODINHO seu e vale investir tempo neste planejamento para incrementar suas chances de sucesso.

·        Mecanismo de troca

Para pedir a ajuda, no roteiro que traçamos aqui, você já refletiu bastante sobre as características de cada um potencial integrante da sua rede.

O que falta para fechar a abordagem é estabelecer o que você pode oferecer em troca para obter a ajuda de que necessita.

Para além de remuneração financeira, você pode oferecer um serviço seu, uma disponibilidade de tempo para realizar outra tarefa em contrapartida, principalmente daquelas “mega chatas”…

Por exemplo: alguém ajuda você com planejamento financeiro e você agenda todas as consultas médicas e faz todas as reclamações dos operadores de TV a cabo e telefonia… Negócio da China!

Ou alguém ajuda você com processos de aquisição e recebe em troca um rocambole de carne moída delicioso que só você sabe preparar.

A ideia é apresentar sua demanda no âmbito de um “ganha-ganha”.

Você vai encontrar outras oportunidades, basta pensar sobre isso.

·        Modéstia e orgulho são companheiros problemáticos de viagem

Tenha em mente que não se sabe de tudo e que mesmo que se pudesse saber, sempre tem um intervalo de tempo necessário para o conhecimento ser absorvido.

Por isto, pedir ajuda para os que já possuem este conhecimento certamente irá favorecer seus resultados.

 

·         E você ? Está precisando de ajuda ou pode ajudar?

 

Consertar? Sei não…

 

Consertar?

Ih.. infelizmente não vai ser possível

Revisar?

Também não,

Desculpa aí…foi mal…

Tentar novamente?

nã – nã – ni – nã – não

A.-q-.u-.e-.l-.a chance…

Quando “do nada” (ou sabe-se lá o motivo..) é possível estabelecer uma conexão bacana, um relacionamento pessoal ou profissional (se é que se separam)… mas o tempo para isso é… mínimo

Sugestões para uma breve apresentação pessoal

Que seja breve em termos do “chronus” e

Memorável na esfera do ‘kairos”

Um pitch rapidinho