Voynich um mistério incrível mas tem sempre alguém que “estraga”

Voynich, manuscrito antigo

daqueles repletos

de símbolos, desenhos

tudo com esmero

sem uma rasura sequer!

Como pode ser

tamanho apuro

escrito à mão, no bico

na pena, tudo tão

certeiro, como pode?

Desde muito tempo

muitos se empenharam

em descobrir o seu

sentido, pois sem

sentido não sossegamos.

Precisamos de um

motivo, uma razão

decodificada e que

nos traga conforto

que nos tire da danação .

Construíram hipóteses,

teceram argumentos para

o que deveria ser tudo

aquilo, e, também, quem

seria o possível autor.

Um adolescente marciano

que deixou cair de uma nave

espacial o “seu”livreto?

Um mago das florestas,

lá em 1500, que concebeu Voynich?

Estórias não faltaram

e que graça trazem aos

dias e às mentes empenhadas

em decifrar seus códigos…

ah um desafio, que delícia!

Quanto de energia mental

de tantos corpos, ao longo

de tanto tempo foi consumida

ou empregada, na tarefa

que se auto impôs!

Mas sempre tem alguém

mais dia, menos dia, que

chega com uma solução

que divulga a chave para

interpretar e por fim ao caso

Fica, após esta conclusão

uma sensação pequena,

escondida, uma saudade(?!)

da época em que tanto se queria

mas que sem dó, não se atingia.

 

Quando se estraga o mistério

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.